Entendendo o que é uma VM Role


Olá pessoal…

A idéia deste post é apresentar para vocês o que vem a ser esta ‘nova’ role dispobibilizada no AWindows zure chamada Virtual Machine Role (VM Role).

Lembrando que esta feature ainda está em Beta e para poder utilizá-la você deve acessar o Management Portal clicar em Home e em Beta Programs.

Diferente das Roles já conhecidas, web role e worker role que rodam nossas aplicações em um sistema operacional gerenciado pelo Windows Azure, a VM role nós conseguimos ter um sistema operacional onde o desenvolvedor tem total poder para configurar, customizar e gerencias.

Atualmente os sistemas operacionais suportados são:

  • Windows Server 2008 R2 Enterprise (somente em Inglês)

  • Windows Server 2008 R2 Standard (somente em Inglês)

Quando utilizar?

A utilização de VM Role é indicada em alguns cenários específicos como por exemplo:

  • Processo de instalação muito longo: Caso tenha uma aplicação que tenha um longo processo de instalação você pode utilizar uma VM Role.
  • Instalações propensas a erros: Se a sua aplicação tem grandes chances de ter erros na installação, você terá garantida a instalação após fazer o deploy da imagem no Windows Azure
  • Interação manual na instalação: Você utiliza a VM Role caso sua aplicação necessite de interações manuais.

E para ficar ainda mais claro vamos ilustrar 2 exemplos citados por Buck Woody em tradução livre:

“Você já ouviu falar sobre o Windows Azure, e sobre a programação na Plataforma. Você está convencido de que é a melhor maneira de codificar. Mas você tem um monte de coisas já escritas de outras formas na sua empresa. Re-escrever todo o código para tirar proveito do Windows Azure poderá levar muito tempo. Ou talvez você tenha uma determinada versão do Apache Web Server que você precise para o seu código funcionar. (…)”

Em ambos os casos a única coisa que você realmente precisa é ter mais controle sobre o lugar onde o código será executado, e então teremos o cenário idela para utilizarmos uma VM Role.

Lembrando ainda que temos algumas limitações com as VM Roles: uma delas são algumas funcionalidades de rede que são restritas e para isso devemos utilizar o Windows Azure Connect, outra limitação é que a VM Role não persiste dados e os dados armazenados localmente podem ser perdidos caso haja a necessidade de mover a sua instancia para um novo hardware , para isso é extremamente aconselhável utilizarmos o storage do Windows Azure (blobs) ou ainda o Windows Azure Drive.

Aplicativos orientadas a conexão (stateful applications) como como o SharePoint, SQL Server, Small Business Server e Terminal Server não são suportados VM Role, bem como um Domain Controller (Active Directory) também não funcionará por não termos suporte à UDP.

Cobrança

AS VM Roles rodando no Windows Azure serão tarifadas como horas de computação levando-se em conta o tipo e quantidade de instâncias que estão sendo utilizadas.

Pré-Requisitos

Para gerarmos uma VM Role criamos um VHD utilizando o Hyper-V Manager recomenda-se o seguinte:

As imagens abaixo ilustram o processo de desenvolvimento de uma VM Role

Esta visão geral foi escrita tendo como referência os seguintes links:

Grande abraço e sucesso a todos!

Lucas A. Romão
MSN: laromao@oxygenhost.com.br
Blog: https://laromao.wordpress.com/ | Twitter:
@LucasRomao
Líder da Comunidade Azure Services Brasil | @AzureServicesBR

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: